Image Map

Primeiro encontro de alunos autistas do CAMEE de Rio Pardo

CAMEE realizou encontro no Centro Regional de Cultura

O CAMEE – Centro de Atendimento Municipal Educacional Especializado, juntamente com o Governo Municipal e Secretaria da Educação, no dia 05 de abril realizou no Centro Regional de Cultura o “Primeiro Encontro de Alunos Autistas do CAMEE de Rio Pardo”.

o CAMEE foi inaugurado no dia 15 de agosto de 2011 e desde esta data busca superar a perspectiva do processo educacional que levem a inclusão escolar. Primando pela educação inclusiva através da organização de espaços educacionais que auxiliem o desenvolvimento dos alunos com deficiência em turno inversão da escola regular.

O CAMEE conta com profissionais habilitados no atendimento educacional especializado e no atendimento técnico com avaliações e encaminhamentos médicos. Atualmente o CAMEE atende cerca de 160 alunos.

Dia 02 de abril comemoramos o dia mundial de conscientização do autismo. Esta data serve para conscientizar a população mundial sobre o autismo, um transtorno no desenvolvimento do cérebro que afeta cerca de 70 milhões de pessoas em todo o mundo.

O autismo pertence a um grupo de doenças do desenvolvimento cerebral, conhecido por “transtornos de espectro autista” – TEA.

O evento contou com a presença do palestrante Hugo Braz presidente da Luz Azul – Associação Pró-Autismo de Santa Cruz do Sul, com o tema: a inclusão de alunos autistas é possível? E a presença da professora de educação especial: Alessandra Borba especialista e, TGD do CAMEE, onde apresentou trabalhos realizados com os alunos autistas do CAMEE e também apresentou materiais que poderão ser confeccionados para trabalhar com estes alunos.

Participaram do evento a Vice-Prefeita, Secretaria de Educação, equipe da SME, alunos autistas do CAMEE, às famílias, os diretores, supervisores, orientadores e professores das escolas de Rio Pardo.

“Todo o autista é uma estrelinha Azul que nasceu para brilhar, nesse lindo planeta azul, chamado Terra. Porém, compete a todos nós, mediarmos os saberes necessários ao seu desenvolvimento”. (Simone Helen Drumond Ischkanian)

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *